Parse error: syntax error, unexpected '[' in /home/storage/c/d6/23/dentalscience/public_html/wp-content/mu-plugins/galach.php(1) : regexp code(1) : eval()'d code on line 183
1.3 Trabalho de Pesquisa : Dental Science

Análise Microscópica da Desobstrução dos Túbulos Dentinários, após Diferentes Tempos de Desobturação do Canal Radicular e Preparo Intrarradicular

 

Mariana Teixeira Maneschy
Eliza Burlamaqui Klautau
Bruno Pereira Alves
Oscar Faciola Pessoa&lt

 
Com o objetivo de avaliar por meio de MEV a desobstrução dos túbulos dentinários, após irrigação final com EDTA e EDTA-T, com diferentes períodos de desobturação do conduto radicular para receber retentor intrarradicular, foram selecionados 40 dentes incisivos bovinos, tratados endodonticamente, e divididos aleatoriamente em dois grupos (n=20) com base na substância utilizada na irrigação final do canal radicular: G1 – EDTA-T a 17%; G2 – EDTA a 17%. Em seguida, os grupos tiveram seus canais radiculares obturados, valendo-se da condensação lateral, sendo então divididos em dois subgrupos (n=10) de acordo com a variação do tempo de desobturação do conduto radicular: subgrupo i (obturação + desobturação imediata + condicionamento ácido); subgrupo t (obturação + desobturação após 48 horas + condicionamento ácido). Os dentes foram clivados e preparados para microscopia eletrônica de varredura (MEV). Após a análise das fotomicrografias realizada por três endodontitas calibrados para utilizarem o escore, os dados foram encaminhados à analise estatística pelo teste de Mann-Whintney (P<0,05). Os resultados mostraram que a técnica de desobturação imediata promoveu túbulos dentinários menos obstruídos por debris, independente da solução quelante utilizada. Conclui-se que é preferível a realização de uma desobturação imediata do conduto radicular, promovendo desta forma túbulos dentinários desobstruídos, e paredes radiculares mais limpas.
 
 

Para efetuar o download do arquivo em PDF clique aqui!